ENTREVISTA COM TALLES RODRIGUES E PABLO CASADO, AUTORES DE MAYARA & ANNABELLE

Uma ninja e uma maga. Funcionárias públicas com um trabalho incomum: impedir que demônios e outras criaturas sobrenaturais infrinjam as leis humanas.

Esta é a ideia principal da história em quadrinhos Mayara & Annabelle, obra indicada ao Premio HQMIX e que busca financiamento através do Catarse para lançar o quarto volume da série.

Para descobrir mais sobre o quadrinho, a Imperial HQs fez uma breve entrevista com a dupla criativa por trás de M&A, o Pablo Casado (roteirista) e o Talles Rodrigues (ilustrador).

entrevista-autores-de-mayara-annabelle-imperial-hqs-5

 

Quais são as suas principais influências (obras e autores que lhe inspiram)?

Talles: Minhas principais influências são os animes e mangás, em geral, em especial os grandes mangás shonen da Shonen Jump e os animes de garotas mágicas, como Sailor Moon e Sakura Card Captors. Vários artistas que foram crianças nos anos 80 e 90 são influenciados pelos animes que viram na infância, e ver o que as pessoas estão produzindo a partir dessas influências também é algo que me inspira muito.

Pablo: Grant Morrison e Warren Ellis são os autores que me formaram enquanto roteirista. Algumas de suas obras, como The Filth e Planetary, por exemplo, estão entre as minhas favoritas. No caso de Mayara & Annabelle, o anime Kill La Kill foi uma grande referência lá atrás, no Volume 1.

 

De onde surgiu a ideia e como foi o processo de criação do universo e personagens de Mayara & Annabelle?

Talles: Mayara & Annabelle é um amontoado de várias coisas que eu gosto, que foi surgindo meio por acaso em anotações pelo meu caderno enquanto eu trabalhava no meu quadrinho anterior, o Cortabundas. A ideia foi se desenvolvendo, e logo o Pablo entrou no projeto como roteirista, trazendo as influências dele e tornando M&A no que é hoje. Nós estamos sempre conversando e trocando ideias sobre o que vai acontecer com a história e como o universo funciona, tentando deixar tudo da maneira mais coesa o possível.

Pablo: Quando o Talles me apresentou o projeto, a ideia básica do universo de M&A estava definida. Meu trabalho foi aparar algumas coisas e dar um direcionamento ao que o Talles queria e o que a própria história pedia.

 

Sabemos que o mercado de quadrinhos nacional é complicado, e por isso, nós autores temos que manter o equilíbrio entre o trabalho de quadrinista e outras responsabilidades. Como foi a sua rotina durante a criação de Mayara & Annabelle?

Talles: Não tem muita rotina :P. O Pablo faz o roteiro, e vamos conversando sobre os acontecimentos da história e sobre o que está no roteiro. Em seguida, eu começo a desenhar, sempre que possível, pra cumprir os prazos, pois o plano é lançar uma edição por ano. Já vamos para a 4ª e até agora deu tudo certo. A partir do finzinho do vol. 2 a Brendda Lima passou a fazer parte do time, cuidando dos tons coloridos da HQ.

Pablo: Não tem segredo: eu escrevo nos intervalos do trabalho e nas horas vagas. Alguns autores gostam de romancear o processo de produção, mas no nosso caso a gente quer só fazer o gibi pra colocá-lo na rua.

 

Dois volumes de sua autoria foram financiados através do Catarse e alcançaram resultados incríveis. Quais dicas você pode dar para autores que desejam realizar seus projetos através do financiamento coletivo?

Talles: A principal dica é analisar outras campanhas, ver o que funciona e o que não funciona e tentar aplicar no seu projeto. Daí é só divulgar bastante, e ter certeza de que o seu projeto pode ser financiado com a base de leitoras e pessoas que curtem os seus trabalhos já existentes.

Pablo: É importante ter uma noção do seu alcance e do valor pedido para a viabilização do projeto. Acreditar que sua família e amigos vão bancar sua graphic novel de 40 mil reais é irreal. Outra coisa é não desistir se não der certo. O Catarse é uma das formas de se auto publicar, não a única.

 entrevista-autores-de-mayara-annabelle-imperial-hqs-3

Mayara & Annabelle, volume 3, foi indica no HQ Mix na categoria Publicação Independente de Autor (parabéns!). Qual é a sensação de ser um dos indicados da maior premiação dos quadrinhos no nosso país?  

Pablo: É muito bacana. Premiações são importantes para que certas obras ganhem novo gás ou cheguem a mais pessoas. E nós queremos o carinho do público e da crítica, sem distinção.

 

O que você acha que falta para o mercado de quadrinhos nacionais se consolidar?

Talles: O Brasil é um país que não valoriza a educação e a cultura. Eu não acho que o problema seja com o mercado de quadrinhos nacional, que mesmo com todas as dificuldades consegue ter vários autores e obras de muita qualidade e diversidade, mas sim com o fato de que o número de brasileiros que lê (sejam quadrinhos nacionais, internacionais, ou livros, ou qualquer coisa) é muito baixo.

Pablo: Outro problema é a questão da distribuição. Como o grosso das publicações é independente, fica difícil escoá-la. Estamos restritos aos eventos e a internet.

 

Qual a dica que você pode dar para outros autores independentes?

Talles: Sempre mostre o seu trabalho para o maior número de pessoas o possível e receba com braços abertos todo o feedback que tiver. Quanto mais você produzir mais a sua técnica vai se aprimorar.

Pablo: Todas as ideias geniais que você está guardando pro momento certo? São as que você tem que usar primeiro, porque provavelmente são as mais fracas. Ou não e você pode se tornar famoso da noite pro dia. De qualquer forma, não fique guardando.

 

Por onde os leitores podem acompanhar o seu trabalho?

Talles: Eu costumo postar tudo nas minhas redes sociais. @tallesfsr em quase tudo. Meu tumblr é tallesrodrigues.tumblr.com. Mayara & Annabelle pode ser adquirido na nossa lojinha mayaraeannabelle.iluria.com e também estamos no catarse, buscando financiamento para o 4º volume em catarse.me/mea4.

Pablo: Costumo falar de quadrinhos no meu Twitter, @pablocasado. E de resto, é curtir as fan pages de Mayara & Annabelle e da Fictícia no Facebook.

 

Lembre-se! Para garantir o seu exemplar impresso e apoiar a campanha é só CLICAR AQUI!

Se não puder apoiar financeiramente, você pode compartilhar a campanha com os seus amigos! Acredite, já será de grande ajuda!

entrevista-autores-de-mayara-annabelle-imperial-hqs-2



Bruno Vieira Written by:

Fundador da Craft Comic Books e da Craft Autors.